Home > Imprensa > Notícias
28 de junho de 2024
Comissão de Igualdade de Gênero da PGE-RJ Promove Evento Acadêmico sobre Defesa dos Direitos LGBTQIA+
Facebook Twitter
Comissão de Igualdade de Gênero da PGE-RJ Promove Evento Acadêmico sobre Defesa dos Direitos LGBTQIA+

A Comissão de Promoção à Igualdade de Gênero da Procuradoria Geral do Estado (PGE-RJ) promoveu, nesta quinta-feira (27/06), o evento acadêmico “A Luta em Defesa dos Direitos LGBTQIA+ no Brasil: perspectivas históricas e desafios contemporâneos”, com a participação de Renan Quinalha, professor de Direito da UNIFESP, Jaqueline Gomes de Jesus, professora de Psicologia do IFRJ, Sérgio Carrara, professor da UERJ, Margareth Gomes, professora da UFRJ e dos Procuradores do Estado Daniel Cardinali e Fernanda Mainier, presidente da Comissão.

A presidente da Comissão, Fernanda Mainier, agradeceu ao coordenador do evento, Daniel Cardinali, por mais uma iniciativa de se debater o tema na PGE, a exemplo do evento ocorrido em 2023 sobre os 15 anos do ajuizamento da ADPF 132, e aproveitou para anunciar a inclusão da disciplina “Direito Antidiscriminatório e Ações Afirmativas” na Escola de Advocacia Pública (ESAP), que terá início no mês julho.

As falas no evento destacaram a partir de variados ramos do conhecimento as múltiplas tensões e questões que marcam historicamente a luta em defesa dos direitos LGBTQIA+, destacando os atuais riscos de retrocesso no Brasil e no mundo.

O professor Sérgio Carrara refletiu a partir da antropologia acerca da formação do movimento organizado e as disputas internas marcadas pela construção da homossexualidade como identidade ou experiência. O professor Renan Quinalha fez um percurso amplo a respeito da construção histórica do movimento organizado no mundo e no Brasil, refletindo sobre os significados e implicações de suas pautas.

A professora Margareth Gomes abordou o tema da velhice LGBTQIA+, apresentando os desafios dessa população, e dando destaque à falta de dados que compromete a formulação de políticas públicas, especialmente na área da saúde. A professora Jaqueline de Jesus estabeleceu cotejos entre a formatação dos movimentos negro e LGBTQIA+, especialmente a partir da sua vivência tanto em Brasília, quanto no Rio.

Galeria de Imagens


Endereco Rua do Carmo, 27, Centro Rio de Janeiro
Acompanhe as ações da PGE-RJ também nas redes sociais YouTube Facebook Twitter